Arquivo da categoria ‘Campeonato Brasileiro’

Jogadores destacam chances criadas, elogiam Cássio e projetam duelo com o Fla

Botafogo e Flamengo chegam igualmente derrotados ao clássico de sábado, às 19h (de Brasília), pela 14ª rodada do Brasileirão. Porém, os jogadores alvinegros não iniciam a preparação para o clássico abalados após os 2 a 0 contra o Corinthians, em São Paulo.

No discurso coletivo, tanto o técnico Marcos Paquetá como os principais jogadores do elenco destacaram que a equipe teve uma atuação ofensiva muito boa diante do Timão, com boas chances de empatar ou até virar a partida.

 Melhores momentos de Corinthians 2 x 0 Botafogo pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro

A boa atuação de Cássio, que defendeu chutes de Pimpão, Gilson e Kieza, impediu um resultado melhor para a equipe, que entrou na quinta-feira na 10ª posição na tabela. Para o atacante Kieza, o desempenho ofensivo foi bastante positivo.

– Não desrespeitando o Corinthians, mas fizemos um grande jogo, controlamos a partida, tivemos mais oportunidades, mas o Cássio estava inspirado. Saímos derrotados, mas com o dever cumprido de ter feito um grande jogo, de estar melhorando, de colocar a bola no chão, jogar, tivemos erros normais, mas vamos melhorar. Saímos felizes por ter feito um grande jogo, mas tristes pela derrota.

Jefferson não fez defesas contra o Corinthians: Corinthians foi mais eficiente (Foto: Marcos Ribolli)

Em 90 minutos, o Botafogo acumulou 21 finalizações, com dez delas chegando ao gol corintiano. Do outro lado, o Corinthians teve apenas oito, sendo apenas duas reais, justamente as bolas dos dois gols – Jefferson nem fez defesas.

– A gente sai hoje de cabeça erguida, tivemos um grande desempenho, saímos esperançosos para sábado – destacou o goleiro.

Com tabela apertada, Botafogo e Flamengo terão pouquíssimo tempo para treinar. Após dormir em São Paulo, a delegação volta para o Rio nesta quinta e, na sexta, faz o único treino de campo. Para Rodrigo Lindoso, tempo suficiente para virar a página.

– Esse jogo já passou, não temos muito tempo para pensar, temos um jogo sábado. É pegar o que fizemos de bom e, no próximo jogo, caprichar lá na frente para sair com a vitória – afirmou.

Fonte: GE/Por Marcelo Braga, São Paulo

Anúncios
Pra cima, FOGO!🔥 É noite de Fogão! De muita luta e empenho para buscar essa vitória fora de casa! 💪🏼 (Botafogo de Futebol e Regatas)

O Botafogo volta à disputa do Brasileirão com uma grande novidade. Logo após a parada do campeonato para a disputa da Copa do Mundo na Rússia, o técnico Alberto Valentim surpreendeu a todos e deixou o comando técnico da equipe depois de três meses de um trabalho muito bem avaliado. O treinador conseguiu dar uma nova cara à equipe após o fiasco da passagem de Tigrão pelo clube, foi campeão carioca de forma surpreendente e deixou o time na primeira parte da tabela do Brasileirão o que, para os torcedores mais exigentes, foi um feito razoável. Valentim, que se transferiu para um time egípcio, conviveu com muitos problemas médicos na equipe mas, com sua gana e vibração à beira do campo, conseguiu levar o time a uma posição melhor do que o elenco jovem e desacreditado sugeria.

Pois bem… Após a perda inesperada, a direção do clube foi relativamente ágil e fez uma escolha surpreendente para o cargo. A preferência caiu sobre Marcos Paquetá, um ilustre desconhecido da torcida que fez carreira no mundo árabe e no começo da carreira, conduziu equipes de base no Brasil.

Com gols de Lindoso e Igor Rabello, o Botafogo vence o Atlético-PR e fatura os três pontos! (@FoxSportsBrasil

Com três semanas de intensos treinamentos – alguns dias em tempo integral, Paquetá indica que fará poucas mudança na equipe em relação ao time comandado por Valentim, aquele mesmo que venceu o Atlético Paranaense no último jogo antes da parada do campeonato, no Nilton Santos. Naquela oportunidade, a vitória convincente acalmou a torcida que se preparava para assistir a Copa e só voltaria a se preocupar com o time no dia 18 de julho no confronto com o Corinthians em São Paulo.

Veja o que escrevemos antes da partida: Botafogo recebe o Furacão e só a vitória interessa antes da parada para a Copa…

Jogando em casa, com festa da torcida, o time bateu o Furacão por 2 a 0 com uma tranquilidade que a muito não se via. Rodrigo Lindoso de pênalti e Igor Rabello de cabeça (na súmula, o juiz registrou gol contra do defensor atleticano no lance) marcaram para o Alvinegro. E cabia mais não fosse a falta de capricho dos nossos avantes. Os alvinegros perderam pelo menos duas ótimas chances no segundo tempo.

Assim ficou a classificação do Brasileirão após o fim da 12ª rodada! Em qual posição seu time está? (@FoxSportsBrasil)

Com o resultado, o Glorioso chegou aos 17 pontos e passou da incômoda posição de 13o. colocado para a nona, ficando a dois pontos do Palmeiras que fecha o G-6 – nosso único objetivo no campeonato (ou não?). Por outro lado, a derrota empurrou o CAP para a vice-lanterna do campeonato.

Dos dezoito pontos disputados como visitante (Sport, Cruzeiro, América, São Paulo, Vasco e Bahia), o Bota conquistou apenas cinco com os empates contra o Sport e Bahia e a vitória sobre o Vasco (aproveitamento de 27,7%). Hoje teremos mais um grande desafio jogando fora.

Já em casa, dos dezoito pontos disputados como mandante (Palmeiras, Grêmio, Fluminense, Vitória, Ceará e Atlético-PR), conquistamos doze com as vitórias sobre Grêmio, Fluminense e CAP e os empates contra Palmeiras, Vitória e Ceará (aproveitamento de 66,6%).

Com a vitória sobre o CAP, a campanha que era fraca passou a ser razoável com quatro vitórias, cinco empates e três derrotas (aproveitamento de 47,2%). Aumentamos um pouco a média de gols* mas o índice geral ainda é baixo. Foram 16 marcados em 12 jogos. Já a defesa sofreu 14 o que dá um saldo de apenas 2 gols.

*Gols do Botafogo na temporada: 8 Kieza, 8 Brenner, 4 Rodrigo Pimpão, 4 Igor Rabello, 4 Rodrigo Lindoso, 3 Leo Valencia, 2 Luiz Fernando, 1 Marcos Vinícius, 1 Arnaldo, 1 Renatinho, 1 Carli, 1 Gilson, 1 Matheus Fernandes e 1 contra.

Essa é a nossa realidade na retomada do campeonato: uma disputa direta por posições contra um adversário forte que joga em casa, diante da torcida. O campeão paulista soma 17 pontos e ocupa a 10a. posição, logo abaixo do Botafogo, atual campeão carioca. Com a saída do técnico Carille, o Timão passou por uma instabilidade técnica com o comando entregue ao então auxiliar Osmar Loss. Já efetivado, o treinador aproveitou a parada da Copa para fazer amistosos e acertar o time depois de perder alguns jogadores para o mercado e a chegada de novos. Vem de derrota para o Bahia, em Salvador, na última rodada e não vence há quatro jogos.

Geralmente o Botafogo faz bons jogos contra eles e leva vantagem nos confrontos diretos, mas jogando em Itaquera, diante de 40 mil torcedores, as dificuldades aumentam enormemente. Tanto que nunca vencemos na Arena (2014). O último confronto entre as equipes foi em 23/10/17 com vitória do Botafogo por 2 a 1. A última vitória dos corintianos foi em 2/7/17 por 1 a 0 e o último empate foi em 1/6/14 pelo placar de 1 a 1. A nossa última vitória em SP foi pelo placar de 3 a 1, em 11/7/12.

Na contagem geral, foram 108 jogos com 46 vitórias do Botafogo, 25 empates 37 vitórias do Corinthians. Os alvinegros marcaram 163 gols contra 155 dos corintianos. Já no Campeonato Brasileiro, foram 59 jogos com 22 vitórias do Glorioso contra 20 do Timão, além de 17 empates (fonte: @leocareca87 )

Depois da sequência de jogos contra times posicionados na parte baixa da tabela, o Glorioso inicia um ciclo duríssimo em que encara times mais bem ranqueados na tabela e outros tantos candidatos ao título como o próprio Corinthians, campeão do ano passado e o Flamengo, atual líder da competição.

O técnico Marcos Paquetá fez o último treino na terça-feira à tarde no campo anexo do Nilton Santos e em seguida a delegação seguiu para São Paulo. Ainda sem poder contar com Gatito Fernandez que só agora volta a trabalhar com bola, Jefferson continua como titular absoluto no gol. Sem a concorrência de Marcinho que passou a última semana se recuperando de uma princípio de pneumonia, Luiz Ricardo segue na lateral direita. O miolo de zaga será formado por Joel Carli e Igor Rabello enquanto Gilson ganha chance na lateral esquerda com o impedimento contratual de Moisés que é atleta do Corinthians. O mesmo acontece com o zagueiro Yago e o volante Jean que também não foram relacionados para o jogo.

Do meio para frente, Matheus Fernandes parece ter vencido a disputa com Marcelo pela posição de primeiro volante e fará dupla com Lindoso que deve atuar como segundo. Leo Valência, que vinha de boas atuações antes da parada para a Copa, reassume a posição de armador da equipe, por enquanto, sem concorrência. No ataque, Paquetá deve apostar no trio que atuou no último jogo antes da Copa com Aguirre, Kieza e Pimpão com grandes possibilidades de Luiz Fernando, que por problemas médicos ficou de fora de alguns treinamentos da semana, assumir essa posição… mais »
Por Felipao Bfr em Blog do FelipaoBfr

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Além de ótimo histórico no Botafogo, cidadania europeia aumenta o interesse dos clubes de fora pelo goleiro, que tem contrato com o Alvinegro até o fim de 2021

Mesmo sem atuar desde abril devido a um problema no punho direito, Gatito Fernández segue em alta no mercado da bola. Destaque do Botafogo na última temporada e na final do Campeonato Carioca desse ano, o goleiro, de 30 anos, recebeu sondagens do futebol italiano e espera uma proposta oficial nessa janela de transferências.

Ano passado, o Napoli chegou a acenar com proposta de US$ 3,5 milhões (cerca de R$ 11,5 milhões) para contar com o paraguaio. Além da boa fase, o fato de o goleiro ter cidadania europeia aumenta o interesse dos clubes italianos.

– Desde o ano passado representantes de clubes italianos nos procuram. A tendência é que propostas mais concretas cheguem na janela, isso é natural. Mas como eu disse, tudo será sempre feito de acordo com o interesse de todas as partes envolvidas. Entendemos o momento econômico do Botafogo e uma negociação só irá avançar se for boa para todas as partes – disse o empresário Reinaldo Pitta.

Em abril, Gatito renovou seu contrato com o Botafogo até o fim de 2021, mas, com a necessidade de vender um jogador para honrar os compromissos, o clube pode aproveitar o interesse e negociá-lo. Os direitos econômicos são 100% do Alvinegro. O grande problema é que Jefferson anunciou aposentadoria para dezembro.

– O Gatito está feliz no Botafogo, adora o Rio de Janeiro e vive o melhor momento de sua carreira. Está com contrato renovado e tem a ambição de conquistar títulos e ser titular do Paraguai no próximo ciclo de Copa do Mundo – completou o empresário.

Rabello também é observado pelos italianos

Igor Rabello chama a atenção de clubes estrangeiros (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

O Alvinegro não esconde de ninguém que espera e precisa negociar alguém para fechar a conta até o fim da temporada. Além de Gatito, Igor Rabello e Matheus Fernandes surgem como jogadores em potencial para uma possível entrada de dinheiro… mais »

 

 

Fonte: GE/Por Felippe Costa, Fred Gomes e Thiago Lima, Rio de Janeiro

Meia-atacante volta a treinar após extrair dente e viaja para São Paulo nesta terça. Lateral-direito ainda se recupera de gripe e se junta a Gatito, Marcos Vinícius, Moisés, Jean e Yago como baixas

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Em meio aos muitos desfalques, Marcos Paquetá ganhou uma boa notícia para sua estreia à frente do Botafogo: depois de extrair um dente na semana passada, Luiz Fernando voltou a treinar normalmente nesta segunda-feira e está relacionado para enfrentar o Corinthians quarta, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians.

Por outro lado, quem está fora é Marcinho. O lateral-direito já está melhor da forte gripe, mas ainda não está apto para jogar e se juntará a Gatito, Marcos Vinícius, Moisés, Jean e Yago como desfalques do Botafogo para o jogo – os dois primeiros se recuperam de lesão, enquanto os três últimos, emprestados pelo Corinthians, não podem jogar por força de contrato.

Pimpão, que ficou uma semana se recuperando de uma entorse no tornozelo direito, e Leandrinho, que pode voltar a jogar depois de 10 meses, também estão na lista. Paquetá comanda o último treino na tarde desta terça-feira, no Nilton Santos, e à noite o grupo viaja para São Paulo. A provável escalação tem: Jefferson; Luis Ricardo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Lindoso e Leo Valencia; Pimpão, Aguirre e Kieza.

Fonte: GE/Por Felippe Costa, Fred Gomes e Thiago Lima, do Rio de Janeiro

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Recuperado de grave lesão e preterido por Valentim, meia mostra serviço a Paquetá em jogo-treino e se candidata à chance na volta do Brasileirão: “Venho tentando evoluir a cada dia para voltar a jogar”

A longa espera parece perto do fim. Dez meses depois de seu último jogo oficial, na vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo no Nilton Santos, Leandrinho deve ganhar nova chance em breve. Após se recuperar de uma ruptura de ligamento no joelho direito, o jovem meia de 21 anos acabou preterido por Alberto Valentim e só ficou duas vezes no banco até aqui no Campeonato Brasileiro. Mas com a chegada de Marcos Paquetá as coisas podem mudar.

Leandrinho já começou apresentando suas credenciais nos jogos-treino da intertemporada. Sob os olhares do novo técnico, entrou contra o America e começou no time alternativo diante do Nova Iguaçu, sendo um dos destaques e marcando um gol (o segundo do vídeo acima). Revelação alvinegra, o meia adquire confiança, ganha moral e surge como opção para o retorno do Brasileirão, após o recesso da Copa do Mundo.

– Temos trabalhado forte durante todo ano e nesse período sem jogos não foi diferente. Fico feliz por marcar, venho tentando evoluir a cada dia para voltar a jogar. É seguir trabalhando por coisas maiores no ano – disse Leandrinho ao site oficial do clube.

Gol do Botafogo! Leandrinho bate no alto, a bola bate na trave e entra aos 27′ do 1º Tempo

A próxima partida do Botafogo será contra o Corinthians nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Corinthians. Se for relacionado, o jovem voltará ao estádio onde brilhou em sua última visita: na derrota por 3 a 1 em junho de 2016, foi dele o belo gol de honra do Alvinegro (veja no vídeo acima). Perto de completar 22 anos, em 21 de setembro, ele tem 47 jogos e cinco gols como profissional.

Meia ou volante?

Considerado como joia na base, Leandrinho sempre foi visto como um mais promissor em General Severiano. Com Jair Ventura, chegou a ser utilizado em outra função e também se deu bem: como segundo volante, virou titular na temporada passada antes da grave les… mais »

 

Jovem lateral se recupera de uma virose e dá oportunidade ao experiente jogador; técnico indica que os dois poderão atuar juntos na equipe

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Marcinho e Luís Ricardo. Os dois jogadores, além de Arnaldo – emprestado ao Ceará -, já ocuparam a lateral-direita do Botafogo em 2018. O último ganhou sua primeira chance como titular ainda com Alberto Valentim, na última rodada do Brasileirão antes da parada para a Copa do Mundo. Com a mudança no comando do Alvinegro, Marcos Paquetá indica que Luis Ricardo terá mais chances.

– Fizemos testes. Deixo claro que comigo todos podem ter chances. Estão todos concorrendo. Isso eleva o nível de todos. (Na lateral-direita) é uma briga boa entre um jovem e um jogador experiente – afirmou o técnico em coletiva.

O jovem criado na base do Bota assumiu a titularidade absoluta quando Valentim chegou ao clube, mas foi sacado pelo treinador diante do Atlético-PR, no dia 13 de junho, por desgaste. Luis Ricardo entrou, quer e vai ficar. Pelo menos enquanto Marcinho estiver fora de combate.

– O Marcinho está fora porque está doente. É só ele melhorar que voltará – explicou Paquetá.

Marcinho teve uma virose forte durante a pausa para o Mundial, que progrediu para uma pneumonia. O lateral está se recuperando em casa e seu retorno depende da melhora. O clube acompanha a evolução diária do jogador.

Enquanto Marcinho não estiver pronto para jogar, Luis Ricardo aproveita a chance. Mas, como indica Marcos Paquetá, a volta de um não exclui o outro. O treinador planeja utilizar os dois jogadores ao mesmo tempo. Com isso, Marcinho faria a função de ponta, a qual já exerceu na base do Botafogo.

– Estamos pensando em usar o Marcinho em uma outra função mais para a frente. Conheço o Marcinho, é um excelente jogador. Se ele estivesse recuperado, já testaria nessa nova posição contra o Corinthians.

Marcinho participou de 24 jogos com a camisa do Botafogo este ano, entre Campeonato Carioca, Sul-Americana e Brasileirão. Já Luis Ricardo esteve em quatro partidas, sendo que em apenas uma começou como titular.

Fonte: GE/Por Emanuelle Ribeiro, Rio de Janeiro

Técnico do Botafogo testa um de cada vez na equipe titular em jogos-treino de preparação para a partida contra o Corinthians, na próxima quarta-feira. Compare os números da dupla na temporada

Concorrentes, Marcelo e Matheus Fernandes em times diferentes (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

 

Jefferson ou Gatito Fernández? Se tem uma pergunta que os técnicos do Botafogo mais precisam responder desde o ano passado, é essa. Porém, com o goleiro paraguaio ainda fora de combate por conta de uma lesão no punho direito, a principal questão para o recém-chegado Marcos Paquetá é: Matheus Fernandes ou Marcelo? Ao que tudo indica, está é a única dúvida do treinador para a estreia no comando do Alvinegro.

Na próxima quarta-feira, o Botafogo visita o Corinthians em Itaquera, às 21h45 (de Brasília). E durante o recesso para a Copa do Mundo, a comissão técnica realizou alguns jogos-treino como preparação para a volta do Campeonato Brasileiro. E das três vezes em que atuou com a equipe titular (contra Audax-RJ, Bangu e America-RJ), duas foram com Matheus e a última com Marcelo. Mas, afinal, o que muda para o time?

Com Matheus Fernandes, que está desde o início de 2017 nos profissionais, o Botafogo ganha em entrosamento e ritmo de jogo, uma vez que o volante já foi titular 18 vezes na temporada, o triplo das partidas em que seu concorrente iniciou jogando. Foram 20 gols sofridos, média de 1,1 por duelo. E apesar da pouca idade, apenas 20 anos, o volante vem em evolução e pode ser elemento surpresa também no campo de ataque, onde já fez um gol e deu uma assistência em 2018.

Com Marcelo, o Alvinegro ganha em experiência, já que ele é quatro anos mais velho e jogou no exterior, e também no aproveitamento: em seis jogos com o volante como titular, o time venceu quatro vezes e perdeu apenas duas, um desempenho de 66% contra 48% de seu concorrente nesta temporada (seis triunfos, oito empates e quatro derrotas). Foram nove gols sofridos, média de 1,5 por partida. Sem ter feito pré-temporada, aproveitou o recesso para aprimorar a parte físic.. mais »

Fonte: GE/Por Felippe Costa, Fred Gomes e Thiago Lima, do Rio de Janeiro