Ezequiel e Leandrinho fazem belos gols em atividade na qual reservas alvinegros tiveram domínio completo; duelo termina em bate-boca
Ezequiel comemora seu gol em jogo-treino contra o Nova Iguaçu (Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)

Depois de vencer o América com seus titulares na quarta-feira (2×1), o Botafogo voltou a disputar jogo-treino nesta quinta e novamente venceu: 2 a 0 sobre o Nova Iguaçu. Ezequiel e Leandrinho marcaram (veja no vídeo acima).

Jogando no 4-2-3-1, os comandados de Marcos Paquetá iniciaram a partida com Saulo, Marcelo Benevenuto, Yago, Kanu e Moisés; Matheus Fernandes, Bochecha e Renatinho; João Pedro, Ezequiel e Brenner. Os titulares, que bateram o América na quarta, fizeram trabalhos no campo antes de o jogo-treino começar.

Autor de um gol, Leandrinho não joga desde 2017, quando se lesionou (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Sem ser ameaçado, o Botafogo teve o controle no primeiro tempo, e Ezequiel e Renatinho foram suas principais figuras. O garoto, aberto pela ponta esquerda, fez o primeiro gol da atividade, aos 34 minutos (veja em vídeo abaixo). Após cobrança de escanteio, a bola sobrou na entrada da área, e ele pegou de primeira, sem chances para o goleiro rival.

Ainda no primeiro tempo, Yago e Brenner pediram para sair. O zagueiro sentiu leve incômodo no músculo anterior da coxa esquerda, mas, numa primeira avaliação, o departamento médico não mostrou preocupação com o ocorrido.

Na etapa final, mais uma vez com o domínio, o Botafogo fechou o placar logo aos seis minutos e em bela jogada coletiva. João Pedro levantou da esquerda, Renatinho escorou com a cabeça, e Leandrinho, sem deixar a bola cair, marcou de pé direito. Um golaço… mais »

 

Fonte; GE/Por Fred Gomes, Rio de Janeiro

Anúncios

Goleiro foi um dos destaques do Alvinegro em treino realizado na tarde desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Aguirre e Igor Rabello marcaram os gols do time

Vitor Silva / SS Press / BFR

O Botafogo segue se preparando para a volta do Campeonato Brasileiro e realizou mais um jogo-treino na tarde desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Igor Rabello e Aguirre marcaram os gols do Alvinegro na vitória por 2 a 1 diante do América-RJ. Jefferson ainda pegou um pênalti e se destacou na atividade.

A equipe titular começou o jogo-treino com: Jefferson, Luís Ricardo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Marcelo, Rodrigo Lindoso e Léo Valencia; Luís Fernando, Kieza e Aguirre.


Aguirre em jogo-treino diante do América-RJ (Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)

Contratado no final de junho para a vaga de Alberto Valentim, o técnico Marcos Paquetá está aproveitando a parada no Brasileiro para observar melhor o elenco. Antes, o Botafogo já havia enfrentado Audax-RJ (0x1) e Bangu (6×0). Nesta quinta-feira, o time pega o Nova Iguaçu, mas com os reservas.

O Botafogo volta a disputar uma partida oficial na próxima quarta, contra o Corinthians, às 21h45 (de Brasília), em São Paulo. O duelá será válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após esse jogo, o time terá uma maratona. Confira, abaixo:

21/07 – Flamengo x Botafogo (Brasileiro)
26/07 – Botafogo x Chapecoense (Brasileiro)
29/07 – Internacional x Botafogo (Brasileiro)
01/08 – Nacional-PAR x Botafogo (Sul-Americana)
04/08 – Botafogo x Santos (Brasileiro)

Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro

Time de Marcos Paquetá fará seis jogos em 17 dias, entre 18 de julho e 04 de agosto, e forte sequência motivou departamento de futebol a dar ritmo a titulares e reservas

Nos próximos dias, o Botafogo completará quatro jogos-treinos na intertemporada. Já enfrentou Audax-RJ (0x1) e Bangu (6×0) na semana passada. Nesta quarta-feira, às 15h, no Nilton Santos, encara o America. Na quinta, novamente em casa e no mesmo horário, pega o Nova Iguaçu.

A proximidade de um jogo-treino para o outro tem um motivo principal: o Botafogo jogará seis vezes em 17 dias (confira abaixo os compromissos) e, diante da maratona, dar ritmo a titulares e reservas é fundamental para o departamento de futebol.

Botafogo fará jogo-treino contra o America, na quarta-feira, e enfrenta o Nova Iguaçu, na quinta (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

18/07 – Corinthians x Botafogo (Brasileiro)

21/07 – Flamengo x Botafogo (Brasileiro)

26/07 – Botafogo x Chapecoense (Brasileiro)

29/07 – Internacional x Botafogo (Brasileiro)

01/08 – Nacional-PAR x Botafogo (Sul-Americana)

04/08 – Botafogo x Santos (Brasileiro)

O treinador Marcos Paquetá testará primeiramente o time titular, que enfrentará o America nesta quarta-feira, às 15h, no Nilton Santos. Alguns jogarão 45 minutos e outros, 60. A atividade será integralmente fechada à imprensa.

A equipe será a seguinte: Jefferson, Luís Ricardo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Marcelo, Rodrigo Lindoso e Léo Valencia; Luís Fernando, Kieza e Aguirre.

Na quinta-feira, também às 15h, no Nilton Santos, um time formado majoritariamente por reservas enfrentará o Nova Iguaçu.

Fonte: GE/Por Felippe Costa, Fred Gomes e Thiago Lima, Rio de Janeiro

Paraguaio tem osso do punho consolidado, mas atrofia muscular faz previsão do DM, de retorno após a Copa do Mundo, ser adiada. Marcos Vinícius também está fora da volta do Brasileirão

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Marcos Paquetá já sabe que terá desfalques para a estreia no comando do Botafogo, na semana que vem, contra o Corinthians em Itaquera. Além de Yago, Moisés e Jean – trio emprestado pelos paulistas que não poderá jogar por força de contrato –, o técnico ainda não contará com Gatito Fernández. A previsão do departamento médico alvinegro e do próprio goleiro, de voltar ao time após o recesso para a Copa do Mundo, terá que ser adiada: o paraguaio já está vetado para o retorno do Campeonato Brasileiro.

O herói do título carioca de 2018 entrou em campo pela última vez no dia 23 de abril, quando foi o destaque do empate por 1 a 1 com o Sport e sofreu uma lesão no punho direito. De lá para cá, o prazo inicial de um mês de recuperação caminha para virar três. A demora foi a consolidação mais longa do osso, que levou cerca de 60 dias. Agora, o goleiro trata uma atrofia muscular ocasionada pela imobilização do braço. A informação é do jornalista Thiago Franklin, do “Canal do TF”.

Por ora, Gatito tem treinado em campo utilizando uma proteção no punho direito. Apesar de ter algumas restrições de movimentos, o paraguaio já vem utilizando o braço lesionado em determinados trabalhos com bola. O clube adota cautela e, enquanto ele não volta para esquentar a concorrência, Jefferson continua como titular absoluto no gol alvinegro. Aos 35 anos, o ídolo vive seus últimos meses de futebol antes da aposentadoria já anunciada para dezembro.

Marcos Vinícius também fora

Marcos Vinícius na transição com o fisioterapeuta Leandrinho (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Como se quatro desfalques não fossem suficientes, Paquetá ainda terá mais um: Marcos Vinícius. O meia, que sofreu uma pancada no joelho direito na vitória por 2 a 1 sobre o Vasco, no dia 2 de junho, também tinha previsto seu retorno durante o recesso para a Copa do Mundo. Porém, a lesão no ligamento colateral medial requer um cuidado maior, e enquanto o elenco já se prepara disputando jogos-treino ele ainda está em fase de transição e precisará de um tempo maior.

Com entorse no tornozelo direito, Pimpão é dúvida e pode virar a sexta baixa, mas voltará a treinar na sexta-feira e ainda terá cinco dias para convencer Paquetá a relacioná-lo. Se por um lado o técnico perde, por outro ele ganha: Carli, Yuri, João Pedro e Aguirre voltam. O zagueiro se recuperou de pancada no abdômen; o lateral-esquerdo retorna de cirurgia no pé direito; o meia volta depois de ser desfalque por força de contrato contra o Atlético-PR; e o atacante, após cumprir suspensão.

Fonte: GE/Por Fred Gomes e Thiago Lima, Rio de Janeiro

Jovem de 22 anos passa a ter um dos contratos mais longos do elenco atual do clube e traça metas após ter virado pupilo de Valentim: “Buscar meu espaço, ganhar sequência e me firmar como titular”

Divulgação

O Botafogo renovou na última segunda-feira o contrato de Gustavo Bochecha por mais dois anos: o vínculo do volante agora vai até o fim de 2021 e passa a ser um dos mais longos do clube, ao lado de Gatito Fernández e Luiz Fernando e só atrás de Ezequiel. Promessa das categorias de base e campeão brasileiro sub-20 em 2016, o jovem atualmente com 22 anos comemorou a prorrogação e a valorização recebida em sua segunda casa:

– Feliz demais pela renovação! Clube que me abriu as portas, onde assinei meu primeiro contrato. Sou grato ao Botafogo por tudo que me proporcionou! Agora é trabalhar e corresponder dentro do campo – disse ao GloboEsporte.com a revelação alvinegra, que traçou metas após a renovação:

– Buscar meu espaço, ganhar sequência e me firmar como titular!

Bochecha virou pupilo de Valentim, que sempre o elogiou (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Bochecha subiu no final de 2016 e está em sua segunda temporada no profissional do Botafogo, mas até ano passado havia disputado apenas duas partidas, muito em função da grave lesão de ligamento do joelho que sofreu em 2017. Porém, com Alberto Valentim em 2018, ele passou a receber mais chances e já entrou em campo outras cinco vezes, quatro como titular, sendo muito elogiado pelo técnico, que acabou se transferindo para o futebol egípcio mês passado.

Com a chegada de Marcos Paquetá, Bochecha espera continuar recebendo chances para mostrar serviço. O volante elogiou o perfil e o início de trabalho do novo treinador, que disse cobrar e incentivar bastante durante os treinamentos.

– Tem sido muito proveitoso esse início, está colocando as ideias, o que ele pensa… Cobrando o que o grupo precisa melhorar, é um cara transparente, olho no olho… Tem tudo para dar certo! Não teve nenhuma conversa comigo individualmente, mas me cobra bastante nos treinamentos, sempre orientando – exaltou.

Fonte: GE/Por Felippe Costa, Fred Gomes e Thiago Lima, do Rio de Janeiro

Já de olho na partida contra o Corinthians, marcada para o próximo dia 18, Marcos Paquetá escalou Gilson como titular

O Botafogo fez nesta quarta-feira seu primeiro teste de olho no pós-Copa. No Nilton Santos, disputou jogo-treino contra o Audax-RJ e acabou derrotado por 1 a 0.

O time titular começou a partida Jefferson, Luís Ricardo, Marcelo Benevenuto, Rabelo e Gilson; Lindoso, Matheus Fernandes e Valencia; João Pedro e Pimpão e Kieza.

Gilson foi titular, já que Moisés não pode enfrentar o Corinthians (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Carli não participa, e Gilson é titular

O zagueiro Carli não atuou no jogo-treino porque teve de ir à Argentina acompanhar o enterro do sogro. As informações são do jornalista Thiago Franklin, do “Canal do TF”. Na segunda atividade do dia, marcada para 15h30, o gringo participará sem limitações.

Já de olho no duelo com o Corinthians, Paquetá sacou Moisés e colocou Gilson no time titular. Além do lateral-esquerdo, Jean e Yago também não podem enfrentar o Alvinegro, clube que os emprestou ao Botafogo. O trio atuou na segunda parte do jogo-treino.

Titulares no ataque

Os titulares ficaram em campo por 40 minutos e apresentaram muito volume de jogo. Atacaram a maior parte do tempo e não sofreram defensivamente. O principal lance da etapa saiu em cobrança de Léo Valencia, que carimbou o travessão.

No restante da atividade, o Audax, muito veloz, conseguiu superar os reservas alvinegros e venceu por 1 a 0. Gol do meia Davi.

Além de Carli, Luiz Fernando, Marcos Vinícius, Renatinho, Marcelo, Yuri e Kanu não participaram do jogo-treino, mas estão escalados para o treino da tarde. Já os atletas que atuaram contra o Audax estão liberados.

Fonte: GE/Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro

Yago, Moisés e Jean não enfrentam Corinthians por exigência de contrato, mas técnico pode ter retornos de Gatito, Carli, Yuri, João Pedro e Aguirre

Joel Carli (segundo da esquerda para a direita) estará à disposição de Paquetá para enfrentar o Corinthians (Foto: Vitor Silva / SS Press / BFR)

Boas e más notícias. O Botafogo volta aos gramados após a paralisação para a Copa do Mundo de técnico novo e disposto a buscar posições no Brasileiro – ocupa hoje a nona, com 17 pontos. Mas Marcos Paquetá já terá o seu primeiro quebra-cabeças para a estreia no comando da equipe contra o Corinthians, no dia 18, em Itaquera.

Yago, Moisés e Jean não jogam por força de contrato, já que todos foram emprestados pela equipe paulista. Por outro lado, goleiro Gatito Fernandez pode ter condições de jogo, bem como o zagueiro Carli, o jovem lateral-esquerdo Yuri, o atacante Aguirre e o meia João Pedro.

Gatito, que saiu da equipe por conta de uma fratura no braço direito na partida contra o Sport (em 23 de abril), tem boas chances de enfrentar o Corinthians. Carli, por sua vez, recebeu uma pancada na região abdominal contra o Ceará, mesmo jogo em que Jean se machucou após um pisão no tornozelo direito. Ambos estão recuperados.

Já Yuri deve ficar no banco contra a equipe paulista. Isso porque, com Moisés fora, Gilson deve assumir a lateral esquerda. João Pedro, que não enfrentou o Atlético Paranaense pelo mesmo motivo que Jean, Yago e Moisés não jogarão contra o Corinthians, também volta a ficar à disposição da comissão técnica.

Com treinos fechados, ainda em início de trabalho, Paquetá pouco revelou sobre qual equipe pretende colocar em campo, mas já adiantou em suas primeiras entrevistas que tem uma linha de trabalho parecida com a de seu antecessor, Alberto Valentim. Ou seja, surpresas não estão descartadas, mas a tendência é que mantenha a maior parte dos que vinham sendo titulares.

Outro reforço para Paquetá é o atacante uruguaio Rodrigo Aguirre, de 23 anos. Ele recebeu cartão vermelho no empate em 3 a 3 diante do Bahia, no dia 10 de junho, e cumpriu suspensão contra o Atlético-PR. Agora também estará à disposição da comissão técnica.

Fonte: Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro